terça-feira, 30 de março de 2010

Ferramentas manuais

As ferramentas manuais são os equipamentos mais simples e servem como extensão da mão do homem, para lhe facilitar as tarefas, diminuindo a força empregada por ele, aumentando o rendimento dos serviços e protegendo-o dos riscos de acidentes.
Sendo uma extensão da mão e usados para facilitar os trabalhos, atualmente o seu uso é quase imprescindível. Encontramos ferramentas manuais sendo usadas em todos os lugares, desde as oficinas, fábricas, até o lar, para pequenos consertos e algumas
tarefas simples. Essa amplificação do seu uso, fez com que elas fossem responsáveis por muitos acidentes de todas as espécies e alguns até com graves conseqüências, dependendo, é lógico, do tipo de ferramentas.
De um modo geral, as ferramentas manuais não causam muitos acidentes graves, o índice de gravidade das lesões é muito baixo. Por essa razão, muitas gerências tendem a não tomar conhecimento do cuidado, controle e uso dessas ferramentas.
Exceto quando:
a) OLHOS – toda lesão ocular deve ser considerada como potencialmente muito grave e requer imediata e competente ação;
b) INFECÇÕES – em virtude de numerosos pequenos cortes, bolhas, abrasões, machucaduras e perturbações, as infecções são muito comuns, decorrentes do descaso em tratar essas pequenas lesões.
Mas, a freqüência desses acidentes é grande. O índice de freqüência de lesões incapacitantes é elevado em virtude do mau emprego das ferramentas e outras causas que devemos observar:
  • Ferramentas defeituosas;
  • Ferramentas inadequadas para o serviço;
  • Método incorreto;
  • Má conservação das ferramentas;
  • Improvisação de ferramentas;
  • Conduzir ferramentas no bolso;
  • Jogar ferramentas para outro colega.

MEDIDAS PREVENTIVAS

  • Verifique freqüentemente as condições das ferramentas solicitando a reparação ou condenação;
  • Para trabalhos em altura, use cinto porta-ferramentas, ficando com as mãos livres, tanto na escada, como para realização do serviço;
  • Faça uma rápida análise do seu posicionamento para que em caso de escapar a ferramenta, você não venha sofrer queda;
  • Não deixe ferramentas em posição perigosa, ou no caminho onde possa provocar pulos, escorregões, quedas, etc.
  • Evite deixar em bancadas, mesas, máquinas, onde possa provocar acidentes.
Postar um comentário